Maria, Maria / É um dom, uma certa magia / Uma força que nos alerta / Uma mulher que merece / Viver e amar / Como outra qualquer / Do planeta...

Maria, Maria. É o som, é a cor, é o suor / É a dose mais forte e lenta / De uma gente que ri Quando deve chorar / E não vive, apenas aguenta.

(Música de Fernando Brant e Milton Nascimento)

Assim como na história da música, nossa Maria também ri, ao invés de chorar e aguenta! É uma mulher como outra qualquer como tantas outras lavadeiras, cozinheiras, vendedoras, advogadas etc, mas acima de tudo é mãe! A peça se passa no mesmo cenário onde todas vivem: o Brasil, que ocupa a 5ª posição no mundo em casos de violência contra mulher. Santa Catarina, em 10 anos, os homicídios de mulheres aumentaram 47,8%; 71% dos casos acontecem em casa e 49,2% são reincidente (fonte: Jornal OCP 25/11/2015) Para a conscientização o melhor é o debate e a divulgação, juntamos então: um ator, uma bacia de roupas sujas e um varal e entregamos tudo isso à personagem “Maria Lavadeira”, colocamos ela no cenário: o Brasil. Então Maria com a sua ingenuidade e com seu jeito cômico, conta-nos a sua história, numa lida nada fácil. Através da história da Maria Lavadeira podemos ver os círculos da violência: doméstica, social, verbal, corporal, sexual, simbólica, a violência gerada pelo alcoolismo, machismo e outras drogas, e também a violência e exploração infantojuvenil.

FICHA TÉCNICA 

Duração: 45 minutos       Gênero: Drama

Classificação: jovens e adultos (12 anos)

Texto, Concepção e Direção: Leone Silva

atuação: anderson santos

Produção: Mara Kochella e Grupo GATS

Em 2009, o GATS foi convidado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher – COMDIM, de Jaraguá do Sul, para fazer uma contação de história abordando violência contra a mulher. Assim começõu a se formar a Maria Lavadeira. O resultado da apresentação foi surpreendente que resolvemos aprofundar a pesquisa sobre a violência  contra mulher e montar um espetáculo teatral.   A peça estreou em 2011 e desde então há convites para apresentações do espetáculo em eventos dos Conselhos dos Direitos da Mulher, Criança e Adolescentes, em unidades do CREAS e do CRAS e principalmente em eventos sócio educativos. Em 2013 o espetáculo circulou em escolas e instituições de ensino viabilizado pelo Fundo Municipal de Cultura de Jaraguá do Sul. Em 2016, recebe o Prêmio do Fundo Municipal de Cultura com o projeto Maria Lavadeira Encena, para apresentações em Clubes de Mães e Grupos da Terceira Idade atendidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Jaraguá do Sul.

realização

patrocínio

Galeria de fotos

© 2023 por Silvia Blake. Orgulhosamente criado com Wix.com